Divisões do sistema ERP

O ERP é dividido em 3 camadas:

  • Camada de apresentação: essa é a camada pelo qual o usuário terá acesso ao sistema, através de formulários e campos que devera preencher. Essa camada fará a comunicação interna com a camada de processamento lógico para efetuar processamentos e retornar para a tela ou salvar no banco de dados (database) do erp.
  • Camada de processamento lógico: Aqui encontraremos os processos empresariais que o ERP pode ter. Receberemos os dados que o usuário informa na camada de apresentação e integra com os módulos do sistema, retornando ao usuário uma resposta do que foi solicitado ou salvando no banco de dados. Toda integridade do sistema fica nessa camada, e sempre que for necessário inserir novas atualizações, processos empresariais, aprimorar o desempenho e a segurança do sistema, basicamente tudo feito nesta etapa. Para tal, é preciso mexer no código fonte do software, fazer uma nova programação e compilar novamente o programa, para que as novas funcionalidades entrem em vigor.
  • Camada de armazenagem: quando o usuário digita as informações na tela, vai para o processamento e posteriormente vem para essa camada, para ser salva em um banco de dados. O que garante que os dados fiquem gravados para ser acessados no futuro. Alguns softwares erp também permitem a exportação de dados do sistema para arquivos de excel, word, pdf, entre outros.

 

Funcionalidades básicas de um sistema ERP

Para entender melhor vamos relembrar processos que são essenciais para que um negócio funcione. Incluindo gerenciamento de inventário e pedidos, contabilidade, CRM entre outros.

Em seu nível mais básico, o sistema ERP integra essas várias funções em um sistema completo para agilizar processos e informações em toda a organização.

Vamos listar aqui algumas funcionalidades básicas de um sistema ERP:

  • Geração de notas fiscais e NF-e;
  • Emissão automática de boletos bancários;
  • Controle de estoque;
  • Contas a pagar e receber;
  • Emissão de relatórios;

A principal característica de todos os sistemas ERP é um banco de dados compartilhado que suporta várias funções usadas por diferentes unidades de negócios. Efetivamente, isso quer dizer que funcionários em diferentes divisões – por exemplo, vendas e financeiro – podem confiar na mesma informação para suas primordialidades.

Opções para grandes e pequenas empresas

O sistema ERP é um tipo de aplicativo ou software corporativo, no qual o software foi projetado para ser usado por grandes empresas e por vezes exige equipes dedicadas para personalizar e estudar os dados e lidar com atualizações e implantação. Contudo, não é a realidade de 100% do mercado. Há soluções para a pequena e média empresa. Assim, as necessidades do pequeno negócio nem sempre são atendidos por soluções voltadas para os grandes negócios.

Como declaramos anteriormente, as aplicações de ERP de pequenas empresas são soluções de software de gerenciamento de negócios leves, muitas vezes personalizadas para uma indústria de negócios específica ou vertical.

Saiba mais a respeito entrando em contato conosco!